Ingenuidade a “marca de água”

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ingenuidade a “marca de água”

Mensagem por Oscar em Seg Jan 10, 2011 6:47 am

Estou a ver que eles aprendem todos pela mesma cartilha!!!...


Ingenuidade a “marca de água”

Actualizado em Sexta, 07 Janeiro 2011 11:15
Escrito por Rui Avelar
Sexta, 07 Janeiro 2011 11:09


O comandante da Polícia Municipal de Coimbra afixou cópias de notícias divulgadas, segunda-feira, através da edição electrónica do “Campeão”, apondo-lhes comentários ilustrativos da ingenuidade com que fez um simulacro de reestruturação na corporação.

É particularmente deliciosa a anotação em que Euclides Santos parabeniza a fonte do jornalista.
Porventura sem se aperceber, o comandante incorre em dois vícios muito conhecidos: o do ataque à fonte, feito sob a ilusão de saber de ciência certa de quem se trata, e o da confissão de ingenuidade.
Acresce que o sarcasmo com que Santos aborda o assunto denota tudo menos bom humor.
O comandante não vê que, ao agir assim, reconhece ter praticado um acto incapaz de resistir ao «crivo» da transparência?

http://campeaoprovincias.com/pt/index.php?option=com_content&view=article&id=8909:ingenuidade-a-marca-de-agua&catid=18:opini&Itemid=136
avatar
Oscar
Quase Comandante!!
Quase Comandante!!

Número de Mensagens : 1511
Localização : Mafra
Data de inscrição : 25/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ingenuidade a “marca de água”

Mensagem por renato em Seg Jan 10, 2011 4:18 pm

Oscar escreveu:Estou a ver que eles aprendem todos pela mesma cartilha!!!...


Ingenuidade a “marca de água”

Actualizado em Sexta, 07 Janeiro 2011 11:15
Escrito por Rui Avelar
Sexta, 07 Janeiro 2011 11:09


O comandante da Polícia Municipal de Coimbra afixou cópias de notícias divulgadas, segunda-feira, através da edição electrónica do “Campeão”, apondo-lhes comentários ilustrativos da ingenuidade com que fez um simulacro de reestruturação na corporação.

É particularmente deliciosa a anotação em que Euclides Santos parabeniza a fonte do jornalista.
Porventura sem se aperceber, o comandante incorre em dois vícios muito conhecidos: o do ataque à fonte, feito sob a ilusão de saber de ciência certa de quem se trata, e o da confissão de ingenuidade.
Acresce que o sarcasmo com que Santos aborda o assunto denota tudo menos bom humor.
O comandante não vê que, ao agir assim, reconhece ter praticado um acto incapaz de resistir ao «crivo» da transparência?

http://campeaoprovincias.com/pt/index.php?option=com_content&view=article&id=8909:ingenuidade-a-marca-de-agua&catid=18:opini&Itemid=136


euclides santos,

deves ser tão básico que nem consegues escrever um texto Very Happy

mas és comandante da polícia municipal e isso é o que conta!!!!!!!

renato
Quase Chefe
Quase Chefe

Número de Mensagens : 154
Localização :
Data de inscrição : 16/07/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum